+55 61 3107-6828

secpgpsto@unb.br

Bem-vindo ao novo portal do PSTO

Convênios e acordos

ERASMUS MUNDUS EMWOP-P:

O PSTO é parceiro não-europeu do Mestrado Europeu em “Work, Organizational, and Personnel Psychology”(WOP-P). O Mestrado Europeu Inter-universitário denominado Erasmus Mundus Programme in Work, Organizational and Personnel Psychology(EWOP-P), constitui um programa de pós-graduação, em nível de Mestrado, que conta com o apoio financeiro da Comissão Européia. Fazem parte desse consorcio as Universidades de Valência e Barcelona da Espanha, Coimbra, de Portugal, Bolonha, da Itália e desde o ano de 2012 as Universidades de Guelph, no Canadá e a Universidade de Brasília (UnB). A UnB participa através da vinculação do PSTO ao consorcio, mediante acordo inter-institucional assinado em 2011, e efetivamente vigente desde o ano de 2012. A participação do PSTO se concretiza mediante a realização de ações de intercambio docente e discente, tanto enviando como acolhendo participantes de ambas as categorias para a realização de atividades de natureza diversa. Para os discentes europeus, essas atividades consistem na realização de estágios profissionais supervisionados no Brasil, realizados em organizações de trabalho brasileiras, ao longo de um período aproximado de 3 meses de duração. Para os discentes do PSTO as atividades previstas dizem respeito à participação na Winter School organizada pelo WOP-P, e realizada a cada ano na Europa. Por fim, em relação às visitas de docentes europeus e brasileiros, o programa contempla a realização de visitas a algumas das universidades do consorcio, onde são planejadas, conforme as necessidades de cada localidade, atividades de pesquisa, ensino, discussão e orientação.

O Site www.erasmuswop.org mostra algumas das características gerais do Programna e evidencia as universidades participantes do consorcio.

PARCERIA UNIVERSIDADE DE GRONINGEN (PAÍSES BAIXOS):

Com o envolvimento do Prof. Doutor Peter J. Tellegen, a parceria visa desenvolver pesquisas sobre a construção, padronização e validação de testes de inteligência não-verbais. A parceria gerou vários produtos, como artigos e livros sobre os testes de inteligência não-verbal SON-R 2½-7, SON-R 6-40 e SON-R 2-8. Em 2015, foi publicado na China o SON-R 6-40 com normatização e validação chinesa. Em 2017, o SON-R 2-8, a nova versão do SON-R 2½-7, foi publicada na Holanda. As normas do SON-R 2½-7 eram obsoletas desde que a pesquisa de padronização para este teste ocorreu há 20 anos. Assim, um novo instrumento para crianças pequenas, o SON-R 2-8, foi desenvolvido. Para desenvolver normas para esse novo instrumento, uma pesquisa de normatização foi realizada na Holanda, com uma amostra representativa de 1.115 crianças. A versão alemã do SON-R 2-8 com normatização e validação alemã foi publicada em 2018. Em 2019, a versão em inglês do manual do SON-R 2-8 foi publicada. Também em 2019, foram publicadas uma versão sueca e uma versão dinamarquesa das diretrizes de administração do SON-R 6-40. Por fim, as normas brasileiras do SON-R 6-40 foram desenvolvidos em cooperação com Prof. Dr. M.E. Timmerman e Dr. L. Voncken da Universidade de Groningen usando a técnica de normatização contínua. A publicação SON-R 6-40 no Brasil é planejada para 2021. Essa parceria resulta em financiamento para pesquisas realizadas na PSTO, inclusive através de apoio financeiro para estudantes regulares do programa. Participa nesta atividade Prof. Jacob Arie Laros

ACORDO INSTITUCIONAL DE COOPERAÇÃO COM A UNIVERSIDADE DE WINDSOR (CANADÁ):

Convênio assinado entre a UnB, representada pelo PSTO, com a referida universidade canadense. Este convênio tem por objetivo a mobilidade para ações de cooperação entre docentes e discentes de ambas as universidades. No âmbito deste convênio, professores e alunos realizaram arividades envolvendo as duas universidades com financeiamento dos governos brasileiro e canadense.

PROJETO DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL "MOBILIDADE URBANA SAUDÁVEL"

Aprovado no âmbito da Chamada ESRC/CPNFAP-FAPDF/CNPq – Healthy Cities Social and Science of the Food-Water-Energy Nexus Call, trata-se de projeto cooperativo realizado entre pesquisadores do Brasil e da Grã-Bretanha (Oxford Brookes), O projeto foi aceito pela FAPDF e pelo ESRC (Economic & Social Research Council) da Grã-Bretanha em início de dezembro de 2015. Os professores Hartmut Günther e Isolda Günther compõem a equipe brasileira. O projeto HUM-MUS (Healthy Urban Mobility – Mobilidade Urbana Saudável) constitui uma ação de cooperação internacional da qual participam as universidades Federal do Rio Grande do Sul, Federal de Santa Catarina e Universidade de Brasília. No Brasil, o Prof. Hartmut Günther, é o investigador principal e o projeto é financiado localmente pela FAP-DF, [44/2015]. No Reino Unido, o Prof. Dr. Tim Jones da Oxford Brookes University é o investigador principal, e o financiamento é dado pela Economic and Social Research Council (ESRC), [ES/NO1314X/1]. Além de ser multi-site, o projeto é interdisciplinar, uma vez que o líder da equipe da UFRGS é um arquiteto, o participante da UFSC é um epidemiologista, o da Oxford Brookes, um planejador urbano, e da UnB, um professor de psicologia ambiental. Esse projeto encerrou em 2019.

AÇÃO DE COOPERAÇÃO CONTINUADA DO GRUPO CONEXÃO BRASIL

Desde 2008, o PSTO vem mantendo cooperação de projetos de pesquisa com os Professores Ronald Fischer e Taciano Milfont da Victoria University of Wellington (Nova Zelândia) e com a professora Maria Cristina Ferreira do mestrado e doutorado em psicologia da UNIVERSO (Niterói, RJ). O Conexão Brasil desenvolve projetos de pesquisa sobre variáveis relevantes da cultura brasileira e relaciona tais variáveis a processos sócio cognitivos de interessa da psicologia social. O projeto já resultou na publicação de artigos em pretigiosas revistas internacionais de Psicologia Social, como o Journal of Cross-Cultural Psychology nos anos de 2014, 2016, 2018 e 2019. Participa desta atividade pelo PSTO o professor Ronaldo Pilati e a professora Juliana B. Porto.

AÇÃO DE COOPERAÇÃO CONTINUADA COM UNIVERSIDADES ISRAELENSES

Trata-se de uma série de pesquisas em Israel envolvendo duas universidades: Hebrew University e Universidade de Haifa, Israel. O grupo participa do desenvolvimento de estudos sobre a Teoria dos Valores Humanos, desenvolvida por Shalom Schwartz que gerou teses, dissertações e quatro artigos publicados internacionalmente em revistas A1 no período de 2014 a 2017. O grupo também desenvolve pesquisas sobre Psicologia Transcultural. Em 2019, dois artigos sobre a perspectiva transcultural foram publicados envolvendo os pesquisadores desse grupo. Participa dessa atividade pelo PPG-PSTO, o professor Claudio Vaz Torres.

PROJETOS DE COOPERAÇÃO ITÁLIA/BRASIL:

São dois projetos que envolvem pesquisadores brasileiros e italianos.<br>1) PROJETO INTERDISCIPLINAR A CHAMADA CONJUNTA BRASIL ITÁLIA/MAECI JOINT SCIENCE AND TECHNOLOGY COOPERATION: A multilingual system based on social networks to monitor consumers Attitudes on ultraprocessed food. O referido projeto possui equipe brasileira e italiana. Equipe italiana: Dario Gregori (coordenador), Danila Azzolina, Nicolas Destro, Corrado Lenara, Giulia Lorenzoni. Equipe Brasileira: Alexander Hochdorn (PSTO/UnB) – coordenador, Giulia Mendonça (PSTO/UnB), Diana Loureiro (PSTO/UnB), Laura Andrade (PSTO/UnB), Noémia Santos de Morais (Psicc/UnB), Ariana Lana de Carvalho (Psicc/UnB), Marina Maia do Carmo (Psicc/UnB), Andréa Barbará S. Bousfield (PPGP/UFSC), Andréia Isabel Giacomozzi (PPGP/UFSC).

2) Public Health International Cooperation Network (PILLAR). Colaboradores: Dario Gregori (coordenador), Danila Azzolina, Nicolas Destro, Corrado Lenara, Giulia Lorenzoni, Alexander Hochdorn, Alessandra Oliveira (PPG-GR/UCB), Vicente Alves (PPG-GR/UCB), Alexia Oliveira (UCB). Em ambos projetos o Prof. Alexander Hochdorn representa o PPG-PSTO.

PROJETANDO LUGARES COM IDOSOS

O projeto é apoiado pelo Economic and Social Research Council (ESRC) e congrega, no Brasil, as Universidades Federais de Pelotas, de Minas Gerais e de Brasília e, no Reino Unido, a Heriott-Watt University, a Manchester Metropolitan University, a University of Glasgow e a University of Dandee. Tem como investigador principal, no Reino Unido, o doutor em geografia Ryan Woolrich e, no Brasil, a doutora em arquitetura Adriana Portella. A pesquisa objetiva identificar as barreiras e facilitadores que os idosos enfrentam em diferentes contextos urbanos, sociais e culturais. A equipe de Brasília deu início aos trabalhos em junho de 2016 e coletou dados por meio de questionários, entrevistas face-a-face, entrevistas caminhadas, diários, oficinas de mapeamento participativo com a população idosa. Em 2019, o projeto obteve financiamento do ESRC para replicar o estudo em três cidades da Índia (New Delhi, Chennai e Tirupati). Em Brasília, o projeto está vinculado ao Laboratório de Psicologia Ambiental (LPA) sob a responsabilidade da professora Isolda de Araújo Günther, do professor Hartmut Günther e de seus alunos.

PARCERIAS

Além desses projetos e acordos internacionais, temos parcerias com professores e estudantes em estágio sanduíche nas seguintes instituições:

Universidade de Valência, Espanha

Universidade de Guelph, Canadá

Western University, Canadá

CNAN – Conservatoire des Arts et Mèters, Paris, França